LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

27 de maio de 2013

"HISTÓRIA DE VIDAS, FORMAÇÃO E TRAJETÓRIA DOCENTE: A BUSCA PELO CONHECIMENTO DE SI"

Professores da Faculdade Maria Milza, têm experiência pedagógica realizada no âmbito da instituição aprovada para apresentação no  III Colóquio de Práticas Pedagógicas Inovadoras na Universidade, que será realizado na Universidade do Estado da Bahia.

O artigo dos professores Silvano Sulzart, Celidalva Souza Reis e Elypaula Carvalho, intitulado"HISTÓRIA DE VIDAS, FORMAÇÃO E TRAJETÓRIA DOCENTE: A BUSCA PELO CONHECIMENTO DE SI" discute a utilização dos memoriais acadêmicos no curso de pedagogia. O texto, é resultado de uma experiência realizada no curso de Pedagogia nas disciplinas Letramento e Alfabetização e Prática Prdagógica, com 42 estudantes em formação inicial/continuada. A atividade proposta, com a utilização dos memoriais autobiográficos e das histórias de vidas, teve como principal objetivo proporcionar a reflexão sobre a construção da identidade docente de cada estudante, além de estimular o conhecimento de si, através da escrita biográfica no processo de formação. O trabalho autobiográfico, tem sido utilizado no campo da formação do educador, promovendo reflexões significativas no contexto da formação docente.

A atividade centrou-se na construção de memoriais contendo as histórias de vidas dos estudantes e depois a socialização dos mesmos, a partir da reflexão sobre as experiências de vida e formação. As narrativas autobiográficas centradas na reconstrução de histórias de formação têm propiciado o conhecimento sobre as histórias de vida, de formação e de profissão dos futuros pedagogos e revela-se como importante recurso para a descoberta de si, existindo assim a apropriação de trajetórias pessoais, constituindo um exercício para que as experiências de vida, de profissão, e de formação sejam refletidas no processo de formação. As histórias de vidas, revelam as dificuldades, e os desafios que os estudantes tiveram para chegar ao curso de pedagogia, como também como chegaram a docência no ensino fundamental.

O trabalho revela o compromisso destes profissionais em desenvolver práticas inovadoras que formem profissionais competentes e capacitados para atuarem nas diversas especificidades do fazer pedagógico.


Um comentário:

Karina disse...

Olá, me chamo Karina e confesso que fiquei curiosa para ler o artigo. Desde que decidi retomar a ideia de tentar o mestrado na área da educação, acompanho o blog que muito tem me ajudado neste aspecto. O tema em questão no artigo me pareceu muito pertinente a linha de pesquisa que gostaria de estudar: educação e formação de professores. Venho buscando material na internet com essa temática para compor minhas referências bibliográficas,embora ainda não saiba ao certo o que trabalhar dentro desta linha pesquisa. Enfim, estou iniciando a maratona de colher dados e cruzar informações.

Comentário